• Letícia Kawano-Dourado

Como montar um programa científico?

A composição dos palestrantes e de temas é fundamental numa conferência científica - diversidade e equidade de gênero são um dos vários aspectos importantes na organização de um bom evento médico.


Nessa conversa sensacional com Dr. Theodore "Jack" Iwashyna, Professor da Universidade de Michigan, EUA, tive a oportunidade de tomar um café da manhã super agradável com ele no Santo Grão em São Paulo e bater um papo sem pressa que durou praticamente a manhã toda. Conversamos sobre nossas respectivas motivações em nos posicionarmos abertamente em assuntos de interesse social, sobre nossos interesses profissionais: o dele em sepse, o meu em doenças intersticiais pulmonares. Sobre Brasil, Michigan, Austrália (ele já morou em Melbourne).



Capa do post. Para o link do video, vide abaixo


Segue aqui uma parte em que ele explica o racional por trás da montagem de um programa científico:




Ainda no mesmo tema, falamos um pouco sobre o problema dos painéis científicos monótonos: com pouca diversidade, em geral compostos por homens da classe dominante (em geral brancos) de meia idade, os manels. Sobre o assunto, o Dr. Iwashyna teve precisão cirúrgica para definir o problema:




Espero que gostem de ouvi-lo, como eu gostei!


Declaração de conflitos de interesse: tenho filhos pequenos, e esse projeto é dedicado a eles.


As opiniões aqui veiculadas representam minha posição pessoal.


Projeto Respira Evidência por Leticia Kawano Dourado




© 2019 by Leticia Kawano-Dourado

Icone LK.png