• Letícia Kawano-Dourado

Meditação

Recurso tem o potencial de melhorar a capacidade de aprendizado, o sono e aumentar a sensação de bem-estar


Aprendi a meditar sozinha, basicamente com recursos que fui encontrando na internet. O impacto positivo da meditação em mim foi de tal monta que me senti na obrigação de fazer um post sobre o assunto.




Medito regularmente há 5 anos. Não sento na posição de lótus, que acho desconfortável, sento numa poltrona super confortável que tenho no quarto e lá vou eu.

O silenciar dos pensamentos, a percepção dos estímulos sensoriais do corpo, dos ruídos externos, a atenção plena no momento presente são o portal de entrada para um estado de mente muito calmo que se "acomoda" sobre o movimento respiratório e só sente o prazer do seu movimento, um por um.


A meditação é pura e simplesmente uma técnica de trabalho da mente, assim como um pilates é para o corpo. Não necessariamente implica na prática religiosa do budismo. O país que ocidentalizou de forma laica a meditação foi o Reino Unido e a partir de lá, várias técnicas laicas de meditação passaram a estar disponíveis.


Desse modo, não há conflito com religiões e qualquer um pode praticar. Além disso cresce a literatura sobre as pesquisas científicas demonstrando o efeito benéfico da meditação sobre o cérebro (não vou entrar nesses detalhes aqui mas posso fazer posts futuros analisando esses estudos).


Algumas dicas caso você deseje experimentar a meditação:

1. A maioria das pessoas prefere começar se juntando a algum grupo de carne e osso para pegar o jeito da prática.

2. Caso você deseje começar a prática de forma auto-didata, existem alguns aplicativos bem legais que vou sugerir ao final desse post.


A meditação teve um impacto positivo também na minha prática médica e da pesquisa científica. Passei a ficar menos reativa, mais calma, mais presente. Mais atenta, mais capaz de ter continência com a dúvida, com o não saber (fundamental para o processo investigativo da pesquisa clínica). A meditação foi uma das melhores coisas que me aconteceu, trazendo equilíbrio para uma vida (muito) agitada que eu levo.

Dicas de aplicativos avaliados como os melhores de 2018 para prática meditativa:

Meditopia (conheço esse, e achei MUITO bom)

Headspace

Calm

Medite.se

Breath2relax

5 Minutos


Adicionalmente, achei importante, ao longo do caminho, casar a prática da meditação com reflexões sobre as emoções pois é virtualmente impossível meditar se a mente está tomada por emoções intensas, preocupações que vão das mais simples às mais complexas como a finitude, a perda, a constante mudança da Vida. Para esses conteúdos achei a Pema Chodron, uma monja do budismo tibetano - tem vários livros em português e várias palestras gravadas e disponíveis no youtube - de conteúdo SENSACIONAL:




Igualmente sensacional são os conteúdos (todos) disponibilizados pela Tara Brach, psicóloga e professora de meditação. A Tara tem em seu blog meditações guiadas, palestras das mais diversas na forma de podcast e videos, e textos para reflexão. É um material sensacional para esse amadurecimento emocional.


Finalmente outra autora super rica nesse aprofundamento afetivo necessário para a mente aquietar é a Brene Brown. A Brene é uma cientista social que estuda vergonha, culpa, vulnerabilidade, amor-próprio, coragem. É sensacional também!




Você medita? Compartilhe conosco sua experiência!


Declaração de conflitos de interesse: nenhum


Projeto Respira Evidência por Leticia Kawano Dourado




© 2019 by Leticia Kawano-Dourado

Icone LK.png