• Letícia Kawano-Dourado

Twitter: a plataforma digital mais conectada na Medicina e na Ciência

Atualização científica e network de alto nível . Você não deve ficar de fora dele. A América de Norte e Reino Unido já estão em peso lá.


O twitter é uma plataforma social diferente. Claro que se você quiser usá-lo como um facebook, instagram da vida, seguindo seus amigos, estrelas de TV, revistas glamourosas, você pode. Mas se você quiser ter um canal de atualização constante profissional e conexão direta com os maiores pesquisadores da sua área, você também pode! Nem mesmo o linkedIn* se compara ao twitter, e você vai ver o porquê.


*linkedIn é basicamente uma vitrine...não há debate verdadeiro. Se vocês experimentarem o twitter vocês vão ver que barato!



Nesse post eu vou explicar como usar o twitter para tirar o máximo dele profissionalmente, em específico na Medicina e em Pesquisa clínica - minha área.


1o: crie uma conta no twitter. Edite seu perfil de forma a informar quem você é, e sobre o que você tweeta (posta) . Aqui você acessa meu perfil que é público. Ou seja você nem precisa estar no twitter para ler o que circula por lá :-)


Esse é meu perfil publico no twitter, a seta vermelha aponta a descrição da minha conta (handle). Se tem dúvida sobre o que escrever sobre você, dê uma olhada em outras contas para se inspirar :-)


2o: entenda como o Twitter funciona:

Em geral os posts no twitter são públicos (a menos que você regule sua privacidade, o que eu contraindico, pois a ideia é você ser encontrado por seus pares).

Você posta, adiciona hashtags que se relacionam com a sua área e isso faz com que pessoas de interesse comum ao seu te encontrem. Por exemplo na minha área, hashtags usadas em comum são #pulmonaryfibrosis #CureIPF #ILD #Medtwitter

Sua pagina inicial (timeline) mostrará para você o que pessoas/perfis que você seguiu estão postando:



Esse é um pedacinho da minha timeline - muito semelhante ao facebook. Nesse sentido, como no FB, os comentários podem seguir a linha dos comentários principais, OU se ramificarem como uma linha de comentários a partir de um comentário (deu para entender? :-). Note embaixo de cada post um balãozinho de diálogo: onde você clica para comentar; um coração: onde você clica para curtir e 2 setinhas para retweetar


Mas a forma mais efetiva de ser visto e estabelecer um network é começar a comentar nos posts do seu interesse dos seus colegas. É incrível como no twitter, diferente de qualquer outra plataforma de midia social, o engajamento é alto e é possivel ver longos fios de discussão (threads) sobre um assunto com participantes de altíssimo nível. Não tem preço esse aprendizado da fonte!

A título de ilustração, segue aqui um fio de discussão da minha conta do twitter (eu criei e marquei colegas para opinar) onde um dos co-autores e radiologista do projeto INBUILD recém publicado no NEJM, entra na discussão ediscute comigo pontos controversos do assunto. Isso não tem preço, esse acesso horizontal a colegas de altíssimo nível que sem o mundo digital, simplesmente não seria possível. Essa horizontalização nas relações antes hierárquicas está revolucionando as relações de trabalho e de pesquisa (e a economia!) mas isso é assunto para outro post, se você tem interesse, dê uma olhada nesse documentário com Jeremy Rifkin, super interessante (fortemente recomendo), sobre a 3a revolução industrial em curso - Prof Rifkin, ele que é o consultor do plano de desenvolvimento chinês e da União Européia.







Outra forma de estabelecer contato é postar algo e marcar (tag) colegas que você gostaria que opinassem sobre o assunto, como fez aqui comigo o colega Jorge Miranda:

Aqui um post onde o colega Jorge Miranda me marcou. O post é sobre os top digital influencers do congresso Europeu de Tórax, o ERS 2019: estive lá marcando presença no twitter :-)

Então perceba que não há fóruns de discussão privados sobre determinados assuntos no twitter, o que há é um pertencimento social legítimo à medida que você interage lá e forma sua rede de contatos. É muito importante uma presença relativamente constante no twitter para formar seu network.

Outros recursos para se situar no twitter:

Você pode também ir na busca do twitter e digitar uma hashtag, por exemplo #ERSCongress e então você terá o resultado de todos os tweets que tem essa hashtag:

Note que digitei na busca a hashtag #ERSCongress: Isso me permite me atualizar de tudo que está sendo conversado com essa hashtag. Idem você pode fazer com a famosa hashtag #Medtwitter e ver o que se discutiu recentemente com essa hashtag

Para começar, sugiro você seguir os líderes de opinião da sua área, isso vai alimentar a sua página inicial com conteúdo de qualidade de material potencial para interações (comentários e re-tweets!).

Dependendo do assunto de interesse, exemplo Medicina e Ciencia, sugiro que se poste em inglês, pois nessa área a língua franca é inglês - isso vai te dar alcance global e acesso!


E por último, leia essas regras de etiqueta do twitter (e aqui): super importante!


Be social! Connection & collaboration are the new hallmarks of Modern World!


Declaração de conflitos de interesse: adoro o twitter, foi uma das melhores coisas profissionais que me aconteceram. Faço amigos, network profissional e tenho espaço para minha militância por equidade de gênero - onde encontro gente com interesse e profundidade no assunto semelhantes às minhas!


As opiniões aqui veiculadas representam minha posição pessoal.


Projeto Respira Evidência por Leticia Kawano Dourado




© 2019 by Leticia Kawano-Dourado

Icone LK.png