top of page
  • Writer's pictureLetícia Kawano-Dourado

Programa Meta Health

Uma resposta proativa a frustrações de pacientes (inclusive eu) para atuar preventivamente em saúde metabólica


31 de março de 2024



Saúde metabólica refere-se à capacidade do corpo de processar gorduras e acúcares. Alguém metabolicamente saudável tem um bom funcionamento das mitocôndrias (sua usina de força no nível das células) e não sofre efeitos do envelhecimento celular acelerado em decorrência das muitas exposições ambientais da vida moderna. A falta de saúde metabólica é o fogo que alimenta as principais causas de morte hoje em dia: doença cardiovascular aterosclerótica, cânceres e demência.



A incidência de vários canceres está em subida assustadora. Essa subida n˜so pode ser explicada apenas pelo envelhecimento da população já que câncers como mama e colon avançam em faixas etárias jovens. Do site das Naçoes Unidas.

A perda de saúde metabólica não é abrupta, mas ocorre ao longo de décadas. No início, é assintomática (silenciosa) e sem maiores repercussões orgânicas. Isso oferece uma ENORME OPORTUNIDADE DE PREVENÇÃO ANTES QUE ALTERAÇÕES IRREVERSÍVEIS ACONTEÇAM NO CORPO (como, por exemplo, uma placa visível de gordura na artéria do coração, ou estágio final de fibrose no fígado*, ou desenvolvimento de um câncer, ou demência, etc.)


*cirrose (fibrose) hepática por adoecimento metabólico vai se tornar a principal causa de transplante de fígado nos EUA até 2025 (amanhã!). Há 30 anos atrás mal se conhecia essa causa de transplante hepático.


Há VÁRIAS AÇÕES ACESSÍVEIS A TODOS para melhorar a saúde metabólica: educação para transformar conhecimento em ação é a principal delas.


Além disso, não há droga que entregue saúde metabólica com longevidade no nivel que um estilo de vida entrega. Com remédio ou sem remédio, se a pessoa está séria em buscar longevidade com saúde, não tem como fugir de implementar um estilo de vida saudável

Caminho difícil

Poderia ser simples, mas não é. O conhecimento preventivo e integral em saúde metabólica é ignorado por uma Medicina focada em mitigação (não em prevenção), centrada em prescrição de drogas, e fragmentada em especialidades... Meu caminho não tem sido fácil - eu, médica. O que me fez pensar em pessoas leigas... certamente um grande desafio.


No ano de 2023, eu me deparei com uma hemoglobina glicada (Hba1c) de 5.8, preenchendo critérios oficiais de pré-diabetes (Hba1c maior que 5.6). Decidi prestar atenção no "alerta" e cuidar da minha saúde metabólica na seriedade, após ter lido o Outlive (Peter Attia) e ter me convencido que prevenção era o caminho. Mas me surpreendi ao encontrar uma Medicina pouco focada em prevenção (veja aqui também), muitas vezes desatualizada, com conhecimento fragmentado em silos das especialidades, e que não infrequentemente faz o caminho da evidência para a decisão clínica (EtD framework) de maneira subótima.


Pensando nos desafios extras da pessoa leiga, comecei a comunicar dicas e aprendizados de forma aberta e pública no meu Instagram usando a hashtag #diariodeprediabetes





Aprendizado autodidata & acompanhado

Sem outra alternativa (minhas experiências no sistema de saúde foram muito ruins, preciso declarar), comecei um mergulho profundo no assunto (estudando como no vestibular hahahaha), usando minhas habilidades de pesquisadora e metodologista para navegar a literatura científica e selecionar fontes de conteúdo curado, além de ir beber direto da fonte.

Encontrei também muita afinidade de mentalidade em uma antiga amiga querida, a Gabriela Rosa. Gabriela é uma competente profissional de saúde que entrega educação em saúde metabólica (e mais) além de ter expertise em nutrição e genética. Houve ressonância imediata com meus interesses de atenção integral, foco em prevenção, e uso do estilo de vida como intervenções que entregam saúde. Gabriela passou a me orientar no aspecto nutricional, e das nossas trocas, surgiu a colaboração no Instagram.



Gabriela e eu passamos a comunicar em saúde metabólica para leigos e profissionais de saúde via minha conta de Instagram @dra.leticiakawano


Um misto de alegria e decepção no caminho

Para minha supresa havia uma quantidade ENORME DE INFORMAÇÃO QUE DAVA ÀS PESSOA PODER DE TRANSFORMAR SUA SAUDE METABÓLICA. Que alegria!


Em 5 meses de implementação dessas ações - e sem usar nenhum remédio - eu abaixei minha Hbglicada de 5.8 para 5.0. Minha glicemia de jejum que era sempre em torno de 99, caiu para 87. O colesterol LDL que sempre foi bom, caiu ainda mais, os triglicerídeos foram "no pé". Quer dizer: clara evidência de melhora metabólica!


Mas, poxa, ao mesmo tempo, fui me dando conta que todo esse "ouro em pó" era subutilizado (ou mesmo desprezado) por uma medicina focada em drogas e que treina médicos para mitigação de danos (quase nada para prevenção primária)


Indignação

Deparar-me com tudo isso me deu uma sensação de urgência para agir dentro do que está ao meu alcance, principalmente quando vemos as estatísticas em adoecimento metabólico assustadoramente em ascenção em pré-diabetes, diabetes, obesidade, câncer, demência, doenças cardiovasculares...

Doía o meu coração ver a quantidade de pessoas completamente perdidas pedindo ajuda pelo Instagram, em franco adoecimento metabólico e sem fazer ideia do quanto estava ao alcance delas para se transformarem. Recebi vários pedidos para estruturar o conhecimento e oferecer em forma de curso, aulas etc.


Ação

Das conversas off-line com a Gabriela Rosa surgiu a ideia de sermos catalizadoras de uma revolução em saúde:

  1. Propor PROTAGONISMO do indivíduo na sua própria saúde metabólica: por meio de educação no assunto em si, e educação no como (em implementação prática)

  2. Foco em PREVENÇÃO usando estilo de vida como intervenção eficaz que entrega saúde

  3. CENTRADO NO PACIENTE, não no profissional, integrando valores & preferências, e autodeterminação

  4. Queremos também jogar uma pá de cal na lógica residual da Medicina do passado, que se baseia em um desbalanço de relações de poder: médico poderoso detentor do saber, paciente subjulgado a esse "ser poderoso". Isso é atrasado e não alinhado com cuidados centrados no paciente. Propomos criar um PACIENTE EDUCADO QUE INTERAGE DE IGUAL PARA IGUAL COM o PROFISSIONAL DE SAÚDE (que assume papel de consultor)

  5. Usando a ESTRUTURA EVIDÊNCIA-PARA-DECISÃO-CLÍNICA, proposta pelo GRADE, levando em consideração O CORPO DE EVIDÊNCIA ATUALIZADO.


Assim nasceu o Meta Health

#MetaHealth é um projeto educacional estruturado em aulas e interações regulares em grupo ao vivo online comigo e com a Gabriela Rosa, que tem como o objetivo construir no indivíduo o conhecimento necessário para criar mais saude metabólica para si (EDUCAÇÃO) e acompanhar em tempo real a implementação desse conhecimento (AÇÃO ACOMPANHADA).


Esse indivíduo estará capacitado para interagir de forma eficaz com especialistas que sejam necessários na sua jornada de saúde, e também estará capacitado de orientar familiares e amigos no mesmo caminho. Esperamos um efeito onda, já que conhecimento é muito poderoso


O programa tem uma abordagem única porque traz a união da Medicina tradicional farmacocêntrica (minha perspectiva) com a visão integral da Medicina Naturopata Australiana (diferente do que temos no Brasil), que é a visão da Gabriela. Temos como base a nossa abertura mental para sermos desafiadas uma pela outra, em nossas crenças e práticas, sempre em busca da verdade comum usando raciocínio científico. Tem sido uma jornada pessoal incrível para nós duas e estamos certas de que essa união incomum dos dois mundos pode beneficiar mais gente.


Além disso, o programa traz o que tem de mais atualizado em saúde metabólica, usando método estruturado de caminhar da evidência para a decisão clínica (EtD framework), se beneficiando da minha especialização como metodologista desenvolvedora de diretrizes clínicas.


Sou metodologista, trabalho na elaboração de diretrizes junto com a Fundação MAGIC Evidence Ecosystem, Oslo Noruega

A população alvo do Meta Health são aquelas pessoas que querem ganhar expertise em conteúdo & ação preventiva em saúde metabólica. O programa será de interesse para profissionais de saúde e leigos, e isso se explica por três razões: 1. Esse conteúdo não é entregue nos cursos tradicionais atuais da área da saúde - quando é, é apenas parcialmente entregue, porque a formação é focada em doenças (não em saúde), e fragmentado em sistemas.

2. Um paciente educado conversa de igual para igual com o profissional de saúde, um consultor que vai se diferenciar em deter um aprofundamento (verticalização) em um tópico específico

3. Por fim, acreditamos que profissionais de saúde precisam fazer o caminho da saúde metabólica eles mesmos, para serem capazes de melhorar sua consultoria para seus pacientes. A implementação prática (ação) tem aprendizado diferente do conhecimento teórico isolado.


Finalmente, pode-se dizer que se trata de um programa internacional em português, afinal é por acaso que eu e Gabriela temos o português como lingua mãe. Nós duas operamos profissionalmente (pesquisa e clínica) internacionalmente, contando com o reconhecimento dos pares de alto padrão.


Fico feliz por conseguir trazer esse conteúdo em português, pois há MUITO CONTEÚDO EXCELENTE EM INGLÊS - idioma em que maior parte do conhecimento está sendo produzido - no entanto, pouco acessível para aqueles que não tem o inglês fluente.



Estrutura do programa

Plataforma australiana. o Meta health conta com a expertise extensa da Gabriela Rosa em entregar educação & ação em saúde metabólica online em grupos, atuando em 6 continentes, para mais de 100 mil pessoas há 20 anos. Tem sido um certo desafio divertido para nós duas, porque fora eu e a Gabriela, todo o restante do time trabalhando na plataforma não fala Português :-)


Inscrição paga e conflitos de interesse. Diferente da minha conta do Instagram, que distribui conteúdo aberto e gratuitamente, esse programa não existiria sem inscrição paga. Motivos: há um time trabalhando no programa que precisa ser remunerado; Eu e Gabriela queremos profisionalizar nossa atuação no assunto para termos tempo protegido de entregar conteúdo de qualidade, estruturado e atualizado (e não só fazer como hobby nas horas vagas); A alternativa de buscar por patrocinadores comprometeria a isenção das nossas recomendações (levamos conflitos de interesse muito a sério): essa opção está descartada.


O programa é composto de 6 semanas de aulas, conversas online ao vivo, e grupo de mensagens fechado, focando elementos fundamentais da saúde metabólica e "pegando na mão" por ocasião da implementação dessas mudanças.





Próximos passos

Liberamos uma lista de espera para manifestação de interesse. Na lista de espera há alguns destalhes específicos do curso, confere ! Em breve as pessoas que se manifestaram na lista de espera vão receber um email para realizar a inscrição. O programa tem previsão de iniciar em 01 de maio de 2024. O site completo está quase terminado, vai chegar provavelmente essa semana, fiquem ligados.



Estamos eu e Gabriela Rosa muito animadas! Já no Instagram temos visto depoimentos incríveis de gente que consegue usar o conteúdo dos pequenos vídeos em seu favor, ganhando saúde metabólica, o que se traduz em longo prazo em longevidade com saúde :-)




Vamos em frente!


Sou Leticia Kawano-Dourado

Médica, Doutora, Pesquisadora, Metodologista, Advocate de pacientes com pré-diabetes


Conflitos de interesse:

Fundadora do Programa Meta Health




Comments


bottom of page